Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Ah, coisa tão boa!

Pensavam que eu ia falar do quê?  Do fim-de-semana, claro! 

Vá! Carreguem mazé aí no botão! 

11266146_954958997896089_5617782180744775589_n.jpg

 

Sim, porque para mim o fim-de-semana começa na sexta-feira. Ou mesmo na quinta-feira à noite...

 

Apesar de hoje ainda ser dia de trabalho é aquele em que o faço com mais gosto e motivação. Acaba por ser o meu dia preferido da semana, só igualado pelo sábado, ocupando o domingo apenas um honroso terceiro lugar. 

 

Sempre tive tendência para apreciar a antecipação de uma coisa boa mais do que propriamente o usufruto da coisa boa. Sou aquele tipo de pessoa que se regozija com um preparativo para qualquer ocasião importante, ou os dias que antecedem as férias, o Natal, um programa, uma data importante. A expetativa quase, em muitos casos, supera a concretização da coisa boa. É que quando a coisa boa está a decorrer já está acompanhada pela sombra da antecipação do fim da coisa boa. Não sei se me faço entender... É complicado...

 

É claro que há coisas boas e coisas boas! E também é verdade que a estas segundas não há cá sombras que as assombrem. 

 

Bom fim-de-semana! 

 

(O que não é nada bom é a dor na perna com que passei a noite e que se mantém. Hoje vou trabalhar a coxear. Mas que raio é isto que me há de aparecer sempre alguma coisa? É a isto que se chama velhice?)

 

 

41 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens