Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

As pessoas nunca deixam de surpreender...


 

E aquela situação em que um sujeito A tem que apresentar determinados relatórios a um sujeito B, que tem a incumbência de fazer a revisão dos mesmos?  

Pois bem, apresenta os relatórios em papel, nos quais o sujeito B encontra erros em determinados números que precisam ser corrigidos. Chama, por isso, o sujeito A para proceder à correção. 

 

Ora, aqui é que se aplica a máxima de que as pessoas nunca deixam de surpreender... a mim, que estava a assistir a isto mesmo ali ao pé, acabando assim .

 

A pessoa (sujeito A! Ainda estão a seguir?) olha incrédula para o relatório e repete "Não pode ser! Passou-se alguma coisa. Impossível! Alguma coisa tem que ter acontecido!"

E o sujeito B "Mas o que é que pode ter acontecido? Este é o relatório que TU entregaste. Vê! É o TEU! Eu já o recebi assim." (Presumo que reagiu assim calmamente, para evitar dizer "Ó sua parvalhona! Tu é que te enganaste e agora queres dizer que a culpa é minha? Sua intrujona!") 

E o sujeito A "Não pode ser! Passou-se alguma coisa. Impossível! Alguma coisa tem que ter acontecido!"

 

Nunca saiu daquele registo. Foi corrigir o erro, mas nunca teve a humildade de admiti-lo. Pelo contrário! Deixou a insinuação de que teria sido o sujeito B a alterar o documento inicial. Eu sei que não foi. Enfim... dificuldades em admitir o erro... 

A sorte da pessoa foi que estava a lidar com alguém com muita paciência e calma. Ai se fosse comigo!... 

 

(Fonte da imagem: http://blog.unipe.br/pos-graduacao/vai-ter-uma-conversa-dificil-no-trabalho-saiba-como-lidar-e-agir) 

 

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens