Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Das estórias de encantar e da vida real...

dona_de_casa.jpg

 (Imagem que circula por aí, de modos que já não consigo atribuir os créditos...)

 

 

Em conversa com umas amigas sobre o conhecimento que tivemos de um casal que ia a tribunal devido a acusações de violência doméstica por parte do marido à mulher (felizmente cada vez mais casos vão a tribunal, o que me leva a pensar que as mulheres - são elas as maiores vítimas - vão-se recusando cada vez mais a viver com a violência doméstica em silêncio):

 

Amiga A: "Já viram esta situação? Que besta!"

 

Amiga B: "Pois é! Temos que valorizar os maridos que temos. Somos umas princesas."

 

(Parou!

Diz lá outra vez...

Processa, Maria, processa...

É facto que tenho um marido que me trata bem... Agora, princesa??? Tendo em conta que, em casa, eu sou pau para toda a obra, sinceramente não me parece que enquadre nesse tipo de personagem das estórias de encantar...)

 

Eu : "Bem,... eu sou mais a Gata Borralheira que não tem fada madrinha que a eleve ao estatuto de Cinderela." E, continuando com a linguagem das estórias de encantar: "Mas pelo menos ele não é um Sapo*. É um príncipe! Nem tudo é mau..."

 

Galhofa geral! 

 

Os contos e as fábulas a imitarem a vida real... ou o inverso...

 

* Sem ofensa para o nosso Sapo!

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens