Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Dia Internacional da Mulher

 

Mais de vinte anos após a Declaração e Plataforma de Ação de Pequim aprovada na 4ª Conferência Mundial sobre as Mulheres (Pequim, 1995), a necessidade de um compromisso global para alcançar a igualdade de género mantém-se. Eu até sou das que gostariam que o Dia Internacional da Mulher não se celebrasse. Seria bom sinal. Mas, infelizmente, ainda existem razões para que a data não passe em branco: 

 

  • Porque não há justiça salarial para as mulheres na medida em que, em muitos casos, a mulher continua  a auferir salários mais baixos em relação ao homem, mesmo nos mesmos empregos e desempenhando trabalho igual;

 

  • Porque a emancipação económica da mulher ainda tem um caminho a percorrer, na medida em que uma menor percentagem das mulheres tem emprego remunerado em comparação com os homens;

 

  • Porque as mulheres, segundo li algures, continuam a fazer até três vezes mais trabalho não remunerado do que os homens, nomeadamente as tarefas familiares e domésticas, sendo que Portugal está no topo dos países da OCDE com maior disparidade entre homens e mulheres na realização de tarefas domésticas;

 

  • Porque ainda há países e comunidades em que a mulher não tem direito à educação;

 

  • Porque ainda se ouvem, em pleno séc. XXI, declarações criminosas como a do eurodeputado Janusz Korwin-Mikke, no Parlamento Europeu, que afirmou que as mulheres devem ganhar menos do que os homens porque são mais pequenas, fracas e menos inteligentes. 

 

  • Porque ainda se praticam barbaridades contra as mulheres, como a mutilação genital feminina.

 

  • Etc etc etc.

 

Neste dia 8 de março, é pois importante celebrarmos mais um Dia Internacional da Mulher, reconhecendo a centralidade da exigência do cumprimento dos direitos das mulheres. Porque os direitos das mulheres são direitos humanos. 

 

Sisters, conhecem a campanha internacional "Não Me Calo"? Hoje, mulheres de 48 países vão parar no #8M e as mulheres portuguesas juntam-se à paralisação mundial neste Dia da Mulher, com manifestações em Lisboa (Rossio), Coimbra e não sei se noutros locais. Se quiserem conhecer melhor a iniciativa/greve, saibam mais em https://www.facebook.com/8MPortugal/. Eu já decidi. Será um dia de trabalho normal no emprego (felizmente, neste aspeto, não me posso queixar da carreira profissional que construí e valorizo-a), mas não farei tarefas domésticas, porque estas calham-me maioritariamente a mim no resto do ano. Estou em greve! Hoje os homens que se amanhem. Tenho dito!

FB_IMG_1488933064093.jpg

 

 

 

 

 

38 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens