Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Pequenas coisas fazem-me feliz!

12573120_353904421446950_2457154164436926365_n.jpg

 

Gosto de estar em casa! Na minha casa está quem mais me faz feliz. Talvez porque passe pouco tempo aqui, é aqui que me sinto bem. Nenhum outro lugar lhe é comparável. Acho que nasci para ser dona de casa. Pena não ter um marido rico. Acho que iria gostar de não ter que contribuir para o orçamento familiar, não ter um emprego fora ou então fazer qualquer actividade a partir de casa… Adiante! Tenho que trabalhar e pronto! E felizmente tenho emprego, coisa que um grande número de portugueses infelizmente não tem. Tenho que ser agradecida por isso.

Mas, francamente, há coisas simples que me fazem tãaaooo feliz!!!

Fazer um bolo para, ainda morno, adoçar as bocas do pessoal cá em casa;

Colocar flores frescas nas jarras e olhar para elas milhentas vezes durante o dia;

Ter a casa organizada e limpa (por mim!);

Ler um bom livro, escrever ou ver um filme em família;

Sentir a chuva lá fora e acender a lareira nos dias frios de inverno;

Ficar em pijama todo o dia;

Eu sei lá!…

Um sem-número de coisas simples e despretensiosas fazem-me feliz, talvez porque as usufruo menos vezes do que desejaria.

No passado fim-de-semana consegui desfrutar verdadeiramente de alguns destes momentos. Quanto ao bolo, tenho por aqui três gulosos, por isso quase todos os fins de semana faço um bolinho. Desta vez fiz uma torta de geleia, receita da minha mãe. Uma das preferidas cá em casa! Agora as flores, essas têm sido raras as vezes em que coloco flores frescas nas jarras. Quando eramos só eu e o meu marido, até o fazia todas as semanas. Desde que nasceram os miúdos, só muito raramente o tenho feito. Alteraram-se as prioridades e o tempo de uma mãe esgota-se facilmente em mil e uma solicitações. Quais flores quais quê!? Escolhi estrelícias. São bonitas, não são?

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens