Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Um serviço limpinho!

728px-Get-a-Urine-Sample-from-a-Male-Dog-Step-11.j

(créditos na imagem)

 

Há uma semana que ando a combater uma infeção urinária com água, muita água. Tenho bebido, por dia, três a quatro litros e tenho, assim, aliviado os sintomas e levado uma vida quaaaase normal. Tenho esta mania de evitar químicos até à última, mas o que é certo é que parece que a bactéria só pode mesmo ser combatida com antibiótico. Hoje de manhã bem cedo, depois de uma noite em claro a correr para a casa de banho, lá fui eu ao médico. 

 

Fui rapidamente atendida, por uma médica do mais simpático que eu já conheci em toda a minha vida. "Ó filha isto", "Ó querida aquilo"... Uma jóia de pessoa. Muito atenciosa, mesmo!

 

Mediu tensão, ótima. Palpou a barriga, aparentemente tudo bem. Não tinha febre. Disse-me que teria que fazer análises à urina para confirmar a existência de infeção logo ali naquele momento e, após dois dias da colheita, identificar-se-ia a bactéria responsável pela infeção. Entretanto medicar-me-ia com um antibiótico para ver se melhorava.

 

Leva-me, então, para um gabinete de enfermagem. A enfermeira não estava.

 

- É aqui que vai colher a urina. Espere um bocadinho pela enfermeira.

- Aqui? Não faço isso na casa de banho?

- Ó filha, pode ser aqui que é só um pinguinho!

- Mas...mas...mas... 

 

A médica vai-se embora e logo a seguir chega a enfermeira que me dá um copinho, as instruções do procedimento e manda-me dirigir à casa de banho.

UFA!!! Que medo que esta também me mandasse fazer o serviço ali! Comecei a imaginar-me no meio do gabinete, com um copo minúsculo na mão a... Bem, imaginem a cena! Estão a ver o tamanho do copo? É que nem a melhor "sniper" teria pontaria para acertar no alvo e fazer um serviço limpinho limpinho. 

 

 (Confirmou-se a infeção mas agora já me sinto bem melhor! Bendito antibiótico! )

11 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens