Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Os melhores filmes infantis que já assisti foram...

20817683_bPD0p.jpeg

 

Cá estou eu, um dia depois da deadline, a tentar não me desiludir a mim própria com este desafio. Vamos ver quanto tempo consigo cumprir.

 

Esta semana é muito fácil "despachar" a tarefa. Apesar de me ter obrigado a ver muitos filmes infantis quando os meus filhos eram pequenos, não é um género de que goste particularmente. Não aprecio estórias de príncipes e princesas, nem de castelos com fadas e bruxas, nem de super heróis, nem de sereias, nem de animais fantásticos e alados. Gosto mais de contos que contenham algum grau de realismo e que retratem o ser humano nas suas várias facetas e enquadrado num determinado tempo histórico. 

 

Se tiver que escolher um filme infantil, terá que ser um baseado num clássico da literatura, por exemplo em alguma obra de Charles Dickens: Um Conto de Natal ou Oliver Twist, talvez. Apesar de também aqui (no primeiro) se recorrer ao fantástico, são abordados problemas persistentes da humanidade como as injustiças e as diferenças sociais, a miséria, a avareza humana. Voando para outro continente, também escolheria As Aventuras de Tom Sawyer ou As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain, embora estes últimos, se bem me lembro, não lhes conheça filme, só as séries infantis que vi quando eu própria ainda era criança. E porque não lembrar também aqui o filme português Aniki Bóbó de Manoel de Oliveira, de 1942? 

 

Ou seja: mais do que filmes infantis, gosto é deste tipo de estórias que retratam um contexto social, uma época histórica e a natureza humana muitas vezes no seu pior, às vezes com crianças como personagens principais. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens