Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Rendi-me ao outono...que remédio!?

20161010_154536.jpg

 

 

Rendi-me ao outono. Verdade! Qualquer dia ainda me vêem a fumar... 

 

Apesar de continuar um sol radioso, já comecei a interiorizar esta estação. Demora um bocadito a aceitar que o verão se foi, mas chego lá. Nada a fazer... 

 

Por esta altura costumo fazer umas broas muito saborosas e que começam a apetecer quando o tempo esfria. Chamam-se "Broas dos Santos". Ainda é  cedo, eu sei. Mas partilho já a receita, para o caso de alguém por aí querer experimentar antes da data. 

 

Então, cá vai! É muito simples. Espero que gostem.

 

Colocam-se ao lume, até levantar fervura, os seguintes ingredientes:

  • 0,5 l de azeite
  • 0,5 l de água
  • 500 g de açúcar
  • 50 g de canela
  • 50 g de erva doce
  • 1,5 chávenas de mel
  • Frutos secos a gosto: pinhões, pedaços de nozes e de amêndoas 

Quando levanta fervura, acrescenta-se 1kg de farinha sem fermento e uma mão cheia de farinha de milho. Mexe-se até formar uma massa uniforme e moldável. 

Moldam-se pequenas bolas (pouco maiores que uma noz) e colocam-se num tabuleiro forrado com papel vegetal anti-aderente. Coloca-se uma amêndoa ou meia noz por cima e pincela-se com gema de ovo. Vai ao forno até dourar. É preciso ter cuidado para não cozer demasiado. Têm tendência para ficar duras e queimadas por baixo, se passarem do ponto.

Retiram-se do forno e, depois de esfriarem um pouco, envolvem-se numa mistura de açúcar e canela. 

 

Com as quantidades indicadas, fiz quatro tabuleiros. Temos bolinhos para um bom tempo cá em casa, e ainda para dar à sogra. São ótimos com chá.

 

Pergunta que se impõe: Assim, como é que uma pessoa pode ser magra? 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Em destaque no SAPO Blogs
pub