Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

M(ã)emórias da Maria Mocha

Blogue pessoal que aborda o universo feminino, maternidade, adolescência, resiliência, luta e superação do cancro, partilha de vivências, vida familiar e profissional... e alguma reflexão com humor à mistura.

Medidas drásticas!

Hoje teve que ser! 

 

Mais uma vez cheguei a casa e mais uma vez a filha no computador a ver uma série qualquer. "Pretty little liars", acho eu. Alguém conhece? Ganhou uma obsessão com esta série que é uma coisa por demais e que lhe rouba tempo infindável de estudo.

 

Ela está no 10º ano e já não é brincadeira. Se quiser lutar por uma média confortável para entrar no curso que preferir, tem que começar já a trabalhar para isso. Todos sabemos isso, certo? E tudo isto eu lhe repito vezes sem conta, como é óbvio. Sem sucesso, aparentemente. Diz-me que não me preocupe, que vai ter 20's e tudo! Sabemos que não é assim tão fácil, mas vá-se lá conseguir convencê-la disso, com aquele apelo constante da tal série na qual está viciada?!

 

Hoje decidi então pôr um ponto final. Ora bem, ela vê a tal série porque instalou um programa chamado "Popcorn Time" ou qualquer coisa assim, através do qual tem acesso aos episódios que quiser. Sim, porque parece que a série ainda não passou na televisão portuguesa. Vai daí, eu, toda esperta, aproveitei agora ao fim da tarde que ela foi para a explicação de Matemática e toca de ir tentar desinstalar o tal programa. Tentar eu tentei, mas era o desinstalavas! O tal Popcorn é tão bom ou tão mau, que não permite remover do pc / desinstalar. Nunca me aconteceu tal coisa! Porque será? 

 

Como não desisto à primeira, e enquanto não percebo a razão de não conseguir remover o bicho, só me restou definir uma palavra-passe para se entrar no computador! Resolvido! Pronto, agora só lá entra quando eu quiser! 

 

Sim, eu sei! É verdade! O ideal seria ela e ele cumprirem os ensinamentos da mãe, obedecerem cegamente aos meus conselhos, blá blá blá. Mas a verdade é que não tenho filhos perfeitos. Haverá filhos perfeitos? E comigo, se não vai a bem, vai a mal! Desistir é que não desisto! Quando voltar a ter confiança nela, devolvo-lhe o controle do uso do computador. Simples!

 

Isto hoje está mesmo tudo do avesso cá para os meus lados! É que, como se não bastasse isso, na minha labuta de volta do pc, ainda fui obrigada a ver conversas de chat esquecidas abertas do filho com uma menina que me deixou preocupada pelo cariz quase sexual das mesmas. Agora tenho também que ter uma conversinha com ele. Ai que isto de educar adolescentes é tão difícil! SOCORRO! 

Tiradas familiares #2 (E - Há vírus e vírus...)

95rlpEDFFk.png

 

Hoje, na realidade, partilho uma história com várias tiradas. Há tiradas à fartazana, cá em casa! Eu avisei...

 

Contextualização:

 

  • Filho viciado no jogo de computador LOL;
  • Se permitíssemos (o que não fazemos, obviamente!), jogar jogos de computador seria a sua ocupação quase exclusiva tanto em férias como no período das aulas (Mas seria mesmo à doida, uma coisa mesmo desregrada);
  • O seu sonho é ter o quarto todo artilhado com ratos e pc (parece que é a motherboard ou lá o que é) cujo valor ascende respetivamente às dezenas e milhares de euros, com um monitor quase do tamanho da nossa televisão da sala, com um teclado que dá luz, melhor do que o que ele já tem (já tem porque um amigo muito à frente nestas andanças lho deu, na sequência de ter ganho um ainda mais psicadélico), com um móvel adequado a toda esta parafernália "com estante com X prateleiras e mais isto e mais aquilo, que a minha secretária até já está velha e riscada" (para isto até andou a pesquisar, em lojas da especialidade online, o que melhor se adequava à coisa).

 

Fez 14 anos enquanto estávamos em férias, na praia. E logo depois fomos para o norte e, por isso, não comprámos a prenda de anos dele, com a devida explicação de que, se fosse um computador, seria melhor comprá-lo ao pé de casa por causa de manutenção, etc. Claro também deixámos claro que não seria nada daquilo que ele queria. Mas, fosse como fosse, praticamente todos os dias ouvimos queixas.

 

Ele: "Vocês ainda não me deram prenda de anos e eu tive 6 "cincos" e o resto tudo "quatros" e vou para o quadro de excelência! E tenho colegas que tiveram negativas e têm isto e aquilo..." 

 

E eu:"Se calhar foi por terem isso tudo que tiveram más notas!..." 

 

Ontem, telefonema durante a tarde:

 

Ele, aflito: "Mãe, estava a jogar LOL, cliquei num link porque dizia que havia um desconto e apagou tudo. Desinstalou o jogo, eu voltei a instalar, mas agora não consigo entrar no jogo. Escrevi para lá, mas isto aconteceu a um amigo meu e ele ficou pr'aí 3 semanas sem conseguir jogar."

 

E pronto, questão resolvida! Acabou-se!

 

Moral da história: há vírus que contribuem positivamente para a saúde mental das pessoas. Ou seja, há vírus que fazem bem à saúde!   

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

DIREITOS DE AUTOR (Decreto-Lei n.º 63/85 com as posteriores alterações)

Maria Mocha é o pseudónimo de uma mulher que, de vez em quando, gosta de deixar os pensamentos fluir pela escrita, uma escrita despretensiosa, mas plena dos sentimentos e emoções com que enfrenta a vida. Assim, as criações intelectuais da Maria Mocha publicadas (textos, fotos) têm direitos de autor que a mesma quer ver respeitados e protegidos. Eventuais créditos de textos ou fotos de outros autores serão mencionados. Aos leitores da Maria Mocha um apelo: leiam, reflitam sobre o que leram, comentem, mas não utilizem indevidamente conteúdos deste blog sem autorização prévia da autora. Obrigada.

Calendário

Agosto 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens